Arte Laura Fraiz


Comecei a ter inúmeras viagens que foram se tornando questões sobre o porquê não aproveitar o ócio? sobre o porquê que o não contato, o não encontro e a não produtividade afeta tanto as pessoas? São tantas viagens sobre o dito isolamento social que partem delas ou pelo menos de mim, sendo trans, negra , periférica e sei lá mais quantos rótulos e minorias meu corpo consegue suportar.

Me dá um pouco de agonia ver que já convivia com o isolamento faz um tempo ou já tinha sido posta em isolamento há um tempão no sentido estrutural da coisa. O mesmo serve pra ideia de apocalipse, imagina: em 1500 tão elas fazendo seus corres e de repente desce aquele monte de desgraça que só trouxe o que não presta... tanto peso, que o ranço desse amargor de fel até hoje está na boca de preto e índio.

Paulete LindaCelva
Curadora